@ Phase 108.1

quinta-feira, 18 de dezembro de 2008

vamos às compras?

diluído no frenesim desta época, dou por mim à deriva nos corredores do continente do vasco da gama. cheio como um ovo, agressivo como um tumulto, ruidoso.
mas salva-me uma vez mais esse “balão de oxigénio” que é a música; aliás, de outra maneira: daquela... playlist.

[outra vez a playlist, essa palavra maldita que infecta o ambiente até, imagine-se, de um hipermercado]

há muito que me apercebi que aquela música é criteriosamente seleccionada, a partir (presumo) de um estudo feito que aponta para uma idade, um estilo, um “perfil” se quiserem, para o qual se faz encaixar uma banda sonora dinâmica, entre “o novo e o velho”, ou “do novo até ao velho”, e que acaba por dar ao consumidor um sentimento de tranquilidade e bem estar, sem que este se distraia daquilo ao que vai.

a playlist do continente (é a realidade que conheço melhor) vive num formato easy listening bem estruturado, que embora sirva um propósito óbvio (o consumista), respira - arrisco dizer - elegância e bom gosto. o que devia servir de exemplo à mediocridade reinante nas rádios que inundam o nosso éter, uma vez que, basicamente, anda tudo ao mesmo.

posto isto, caros playlisters, toca a ir às compras! e demorem-se por lá.

---
a propósito deste postal do Zito, deixo-vos este, do Fernando Cabrita.

Sem comentários: