@ Phase 108.1

domingo, 19 de novembro de 2017

Burning Man

O Mundo é mais estranho do que perigoso (99) 

Dizem que a persistência torna-se uma virtude , mas na verdade a persistência torna-se uma atitude dos determinados. 

Renato S. Domingos 

sábado, 18 de novembro de 2017

Em Transe: depois da rádio, o podcast.



Stream 

Julia Kent - Last Day in July - "Ground"
Max Richter - Memoryhouse - "November"
Hecq - Horror Vacui - "Night Falls (Reworked by Christoph Berg)"
From the Mouth of the Sun - Hymn Binding - "Grace"
From the Mouth of the Sun - Hymn Binding - "Risen, Darkened"
an Hawgood & Aaron Martin - Wolven (A Modern Interpretation) - "The New World"
Dirty Three - Toward The Low Sun - "Ashen Snow"
Dictaphone - APR 70 - "Seance"
Greg Haines - Digressions - "Ernetti"
Markus Guentner - Pop Ambient 2008 - "Sparks"
Savaran - Observations - "1860 Redux"

"Guardar Link Como" - "Save Link As"
Right Mouse Button Click For Save 

(Last Show November 12th)

(lugar do poema - em breve)

Poema | Poem by - Ana Freitas Reis
Fotografia | Photo by - Alípio Padilha

Burning Man

O Mundo é mais estranho do que perigoso (98) 

A vida exige persistência, calma na alma e muita coragem. E assim, passo a passo você segue rumo ao seu melhor. 

Damaris Ester Dalmas 



sexta-feira, 17 de novembro de 2017

Burning Man

O Mundo é mais estranho do que perigoso (97) 

Você pode encontrar muitas derrotas, mas você não se pode deixar derrotar. 

Maya Angelou 






quinta-feira, 16 de novembro de 2017

Burning Man

O Mundo é mais estranho do que perigoso (96) 

São os sonhos que sustentam nossa persistência pela vida. Mas o tempo passa, e é indispensável lembrar que só existe o agora para tentar. 

Itarcio A. L. 

quarta-feira, 15 de novembro de 2017

Daniel Barenboim 75 anos


Burning Man

O Mundo é mais estranho do que perigoso (95) 

Não é a força do gotejar da água que fura a pedra, mas sim a persistência incansável desta acção. 

Ivan Teorilang




terça-feira, 14 de novembro de 2017

Burning Man

O Mundo é mais estranho do que perigoso (94) 

Os nossos sonhos realizam-se à medida que avançamos num veículo feito de persistência, com motor movido a coragem e com a força de vontade a rodar no lugar dos pneus. 

Michele Bertoletti 

segunda-feira, 13 de novembro de 2017

Burning Man

O Mundo é mais estranho do que perigoso (93) 

O sucesso parece ser, em grande parte, uma questão de persistir quando os outros desistiram. 

William Feather 


domingo, 12 de novembro de 2017

Burning Man

O Mundo é mais estranho do que perigoso (92) 

Não lutes uma vida inteira por obter chaves onde não há portas. 

Alejandro Jodorowsky 


sábado, 11 de novembro de 2017

Burning Man

O Mundo é mais estranho do que perigoso (91) 

O menor número de fracassos é uma constante na vida daqueles que possuem o maior índice de persistência. 

Harrison N. Brown 


sexta-feira, 10 de novembro de 2017

Burning Man

O Mundo é mais estranho do que perigoso (90) 

Paralelamente cometi dois erros graves. Muitos sonhos com pouca persistência e muita persistência em um único sonho. 

Kléber Novartes 


quinta-feira, 9 de novembro de 2017

Burning Man

O Mundo é mais estranho do que perigoso (89) 

A persistência é o amargo caminho que leva à realização dos doces sonhos dos sábios. 

Harrison N. Brown 


quarta-feira, 8 de novembro de 2017

Burning Man

O Mundo é mais estranho do que perigoso (88) 

Há um segredo para a persistência? Por que nos debatemos em certos momentos da vida e em outros tudo passa? Auto-engano? Quando estamos próximos de nossa própria compreensão é o pior momento, porque não admitiremos errar e não iremos querer voltar mais os nossos olhos para trás, muito menos, para dentro de nós mesmo. A vida poderia ser encarada como a soma de momentos e pessoas as quais nos tornem cada vez mais próximos de nossa própria compreensão. Devemos amar e respeitar tudo que desperta os nossos processos internos de criatividade e de pensamento. A imaginação pode ser extrapolada para todas as circunstâncias da nossa vida. Há sabedoria latente neste planeta desde o momento em que acordamos até o momento da morte. A persistência poderia ser caracterizada pelo susto da alma, todas as vezes que é obrigada a olhar-se no espelho. 

Augusto Vicente