@ Phase 108.1

quarta-feira, 29 de dezembro de 2010

Os melhores (?) do ano 2010 (Jornal Público)

nas escolhas da equipa do Ipsilon parecem faltar alguns discos que pareciam consensuais:
Beach House - Teen Dream
The Arcade Fire - Suburbs
The National - High Violet
Caribou - Swim

devem ter sido substituídos pelos mais 'modernos' Curren$y, Janelle Monáe, Aloe Blacc e Cee Lo Green ....

1. Kanye West - My Beautiful Dark Twisted Fantasy
2. Deerhunter - Halcyon Digest
3. Ariel Pink's Haunted Graffiti - Before Today
4. Gil Scott-Heron - I'm New Here
5. Vampire Weekend – Contra
6. Sleigh Bells – Treats
7. Camané – Do Amor e dos Dias
8. Curren$y – Pilot Talk
9. Efterklang – Magic Chairs
10. Ali Farka Touré & Toumani Diabaté – Ali and Toumani
11. Gonkasufi – A Sufi and a Killer
12. Aloe Blacc - Good Things
13. Julian Lynch – Mare
14. Janelle Monáe - ArchAndroid
15. LCD Soundsystem - This Is Happening
16. Cee Lo Green – The Lady Killer
17. The Walkmen – Lisbon
18. Brian Eno – Small Craft on a Milk Sea
19. Wavves - King of the Beach
20. Flying Lotus - Cosmogramma

3 comentários:

Azelpds disse...

Nestas coisas é raro existir isso de escolhas consensuais. :)

No meu caso, nenhum dos discos que apontas, assim como os outros presentes na lista deles, fazem parte das minhas escolhas pessoais por exemplo, apesar de alguns desses discos até se encontrarem no mosaico que tenho no blog, ao qual ainda vou acrescentar mais uns quantos discos antes de meter online as minhas preferências de 2010.

E isto não é por razão alguma além da escolha pessoal e do que fui ouvindo mais vezes, invés de alguma mania de ser do contra ou isso. :p

Já nos filmes e cinema é igual, há quem tenha delirado com o Inception ou o Shutter island por exemplo, enquanto eu os achei banais, como outras pessoas poderão achar o mesmo das minhas escolhas e por aí adiante, são opiniões, valem o que valem. :)

Zito disse...

por acaso até gostei bastante do Shutter island :)

há sempre escolhas mais difíceis de entender, principalmente quando te identificas com quem as faz

e certas omissões parecem mesmo "para ser do contra" :)

Azelpds disse...

Vê-se bem, mas deixou-me com uma sensação de vazio ao mesmo tempo. :)

No que toca à música, depende muito da tal questão dos gostos. Do meu lado por exemplo, acabo por reflectir muito no que vou ouvindo durante o ano todo, naqueles discos que ouço mais vezes, etc.

Pegando no de Arcade Fire só para dar uma ideia, adoro a faixa que meti como escolha no blogue, mas adoro mesmo, tal como gosto de mais umas duas ou três, mas dei por mim a não ouvir o disco desde que saiu, não me puxa para tal. Logo, fica de fora das opções pessoais, ao mesmo tempo, outras pessoas foi o contrário, adoram o disco e muitas das minhas opções, passam-lhes ao lado. Perfeitamente normal e saudável até.

Considero interessante muitas destas listas terem escolhas diferentes e não consensuais, surpreenderem-te até, acabas por descobrir outras opções e decidir investigar as que não conheças, já me aconteceu com umas quantas listas que vocês têm publicado aqui, mesmo que depois não entenda muito bem algumas dessas escolhas. ;)