@ Phase 108.1

domingo, 15 de fevereiro de 2009

Tubo de Ensaio

"Noticiários em jeito de stand-up, entrevistas ficcionadas, temas "quentes", coisa que irritam, projectos para o futuro, figuras públicas que fazem habilidades na rádio, soluções para os principais problemas da humanidade e muitas outras experiências para ocupar três minutos de rádio... sob a batuta de Bruno Nogueira."


Num tempo em que é tão difícil encontrar conteúdos, realmente, bons e frescos na rádio portuguesa temos de dar o reconhecimento merecido aos poucos que vão resistindo. O Tubo de Ensaio é um desses casos. Um produto, marcadamente, radiofónico que se atreve a explorar verdadeiras novas linguagens de comédia pensadas para rádio. Ouço desde as primeiras emissões e mesmo havendo vários programas que não resultaram (quem arrisca tem sempre crédito para errar) é um dos melhores programas de humor que tive oportunidade de ouvir na rádio portuguesa. O Tubo de Ensaio funcionou como um preludio dos Contemporâneos na RTP, devo dizer que acho que nesta série, Bruno Nogueira, nunca atingiu o brilhantismo do Tubo de Ensaio, precisamente, porque, muitas vezes, tentou adaptar ideias que testou em rádio mas que não resultaram em tv, ficando, claramente, marcadas as diferenças entre os dois géneros: comédia de televisão e comédia de rádio. O que nos leva, irremediavelmente, ao velho debate das linguagens muitas vezes incompatíveis, ou pelo menos não adaptáveis, quando transpostas de rádio para tv ou vice-versa. Mas isto é um desafio/provocação que deixo para reflexão dos verdadeiros senhores da rádio deste blog.

Sem comentários: