@ Phase 108.1

segunda-feira, 29 de dezembro de 2008

- 2008 / + 2009

















Tempo de balanços às portas de um final de ano e começo de outro. Mas, é bom lembrar, não vem aí um novo ano, mas sim a continuação deste que, por sua vez, foi a continuação do anterior. Muda apenas a página na numérica do calendário pelo qual nos regemos, nada mais.
Neste final do ano musical/editorial de 2008 não destaco álbuns, porque destacar álbuns é muito subjectivo. Um álbum de temas e ou canções tanto pode conter pérolas ou podres. As canções ou os temas, se instrumentais, valem por si só. É na sua parcelar e singular existência que residem as suas mais elevadas virtudes.
Assim sendo, e esta é apenas a minha opinião, estão para mim encontradas e eleitas a canções do ano 2008. E são apenas duas: “D.A.R.L.I.N.G.” dos norte-americanos Beach House e “For Now” do sueco Thomas Feiner.
Ouvi-las na Rádio hoje em dia é um prazer quase impossível de obter, excepto, é claro, (e desculpem-me a redundância) através das excepções do costume. E, para não variar, ouvi-as escutando a Radar, a Radar e a Radar… ah, e também no programa «Vidro Azul», na Radar. Sobra pouco, não acham?
Façam de 2009 um ano melhor!



Beach House – "D.A.R.L.I.N.G."



Thomas Feiner & Anywhen - "For Now"

----------------------------------------------------------------------------------------------
Um livro de um já desaparecido homem da Rádio portuguesa. Matos Maia assinou “Uma Página, Página e Meia”. Todos os actuais amantes da Rádio deviam ler o que os homens da Rádio do passado escreveram.

Sem comentários: