The Best Albums of 2017

quarta-feira, 2 de maio de 2018

Em Transe: depois da rádio, o podcast.



Stream 

Antonymes - There Can Be No True Beauty Without Decay - "Means Of Escape"
A Whisper In The Noise - To Forget - "To Forget"
Listening Mirror - Resting in Aspic - "Falling Under"
Leandro Fresco - Pop Ambient 2013 - "Cuando El Sol Grita La Manaña"
Kid Koala - Music To Draw To: Satellite - "The Observable Universe"
Greg Haines - Digressions - "Ernetti"
Nadia Struiwigh - WHRRu - "Bizarph"
The Gentleman Losers - Dustland - "Wind In Black Trees"
Deaf Center - Lost In The Humming Air (Music inspired by Harold Budd) - "Plateaux"
Dustin O’Halloran - Lumiere - "Snow + Light"
Jon Porras - Light Divide - "Recollection"

"Guardar Link Como" - "Save Link As"
Right Mouse Button Click For Save 

(Last Show April 22nd)

mais vida do que morte mais alegre do que triste em ti a sorte não resiste aos desígnios da estação em vertigem mais amor em silêncio e solidão num terreno virgem como eu e como nós podemos ir descobrindo a sós o lugar fecundo num campo de margaridas mais peito do que feridas que ainda sangram do Inverno mais lágrimas que lambem o sal da baía que é apenas uma angra de costas elevadas mais voz que bradas aos céus dizendo que fácil é amar alguém quando ela está em ti, Primavera mais gavetas para guardares a fotografia que imprimi de certas camas mal lavadas a bordarem memórias das manchas imaculadas desse outro tempo mais cor e nódoas do bolor fedorento no armário onde arrumas o cobertor ainda curto e alguém estendeu o lençol pela floresta num refúgio imaginário de uma festa repetida todos anos mais danos my sweet lord Ele vem contigo sem polaridade devolvendo o sentido e o rumo torto onde por dentro da saudade aninhas o futuro montado no corpo pelos jardins que recebem jogadores ainda benjamins que vão e voltam como sempre fazes no jaracandá mais passos que não são para já a andar na rua que atravessaste quando te foste embora e agora temos de aproveitar dizias-me à noite, lá fora, sempre às quinta-feiras mais fé do que destino porque não há hino na canção só acordes para dois que saltam barreiras ainda devagar nesse tempo que vai precisar de mais tempo para depois mais casa do que mundo mais asa do que freio mais devaneio do que controlo mais do colo e do seio esta Primavera martela o nevoeiro e traz mais boas-vindas de novo e por inteiro talvez não esquecerás

Poema | Poem by - Ana Freitas Reis
Fotografia | Photo by - Alípio Padilha

Sem comentários: